Se a sua tia pede:

Quero qualquer coisa cinzenta ou uma flor

Encontrando uma flor cinzenta, seria uma boa prenda. Neste caso seria um ‘e’.
Se encontra-se uma orquídea (flor), a prenda seria um ‘ou’. Um casaco cinzenta (coisa cinzenta) seria também um ‘ou’.

E se encontra-se uma tulipa (flor) e um livro cinzenta (coisa cinzenta) e dé-se os dois como prenda, estaria a não realizar o desejo da sua tia?

– Depende…

– Do quê??

– Do tipo de ‘ou’. Se o ‘ou’ é exclusivo ou não.

Apenas perguntando à sua tia é que saberá… Neste caso, a mim, parece-me ser um ou não exclusivo.

Ou exclusivo / Ou não exclusivo

Ou exclusivo: é quando das 2 (ou mais) opções, quer-se só apenas uma
Ou não exclusivo: é quando das 2 (ou mais) opções, não se importe de obter uma ou mais opções que tenham qualquer das caraterísticas

Vou chamar o ou exclusivo de ou (pronunciando ) ; e o ou não exclusivo de lou.

(à parte: uma flor cinzenta seria válido para realizar o desejo da sua tia, pois entra numa das opções)